Notícias

Negociações com o Sinep/MG – Campanha encerrada com conquista histórica

20 de agosto de 2011

Em assembleia realizada nesse sábado (20/08) no Sinpro Minas, os professores da rede privada decidiram aprovar a proposta de acordo com o Sinep/MG para o encerramento da campanha reivindicatória 2011. Com o fechamento da Convenção Coletiva de Trabalho, a categoria conquistou uma reivindicação histórica: a mudança da data-base, que passa de 1º de fevereiro para 1º de abril, o que vai permitir maior organização e mobilização da categoria nas próximas campanhas. Estão garantidas também as cláusulas sociais da atual CCT, com vigência até abril de 2013 e garantia de salário de 90 dias.

 

 

Além da mudança da data-base e da ampliação da vigência da Convenção Coletiva de Trabalho (CCT), também estavam em discussão outros três pontos: equiparação dos pisos da educação infantil, regulamentação da educação a distância e seguro de vida. Essas reivindicações poderão ser discutidas até abril de 2012, quando serão negociadas as cláusulas econômicas.

 

“Essa vitória é fruto do nosso nível de organização e da mobilização da categoria nos últimos dois anos, que paralisou as escolas e foi para as ruas lutar contra a retirada de direitos e por avanços nas conquistas”, disse Gilson Reis, presidente do Sinpro Minas.

 

Celina Arêas, diretora do Sinpro Minas, parabenizou a coragem da categoria e disse que essa não é uma vitória tímida. “Há grandes motivos para comemorar”. Ela ressaltou que se houver dificuldades em função da crise mundial, os professores vão estar mais seguros com a manutenção das conquistas até 2013.

 

“Essa foi uma grande vitória da nossa luta de 31 anos”, lembrou o diretor Newton de Souza, ao recordar que em 1980 a primeira edição do Jornal Extra-Classe trazia na capa a reivindicação da mudança da data-base.

Na campanha reivindicatória deste ano, os professores fizeram uma paralisação de nove dias em março que foi fundamental para reverter a lógica patronal de retirada de direitos. Com o slogan “Agora é hora de avançar”, os professores conseguiram dar mais um passo nessa direção, numa luta que se renova a cada ano por melhores condições de trabalho, salário e por uma educação de qualidade.                           Assembleia em 22 de março, na Associação Médica de Minas Gerais

Aula pública em frente ao Sinep/MG (28/03/11)

Para o diretor do Sinpro Minas, Aerton Silva, além de garantir as conquistas na CCT, o processo de mobilização durante a greve influenciou muitas escolas a melhorarem as relações de trabalho com os professores, abrindo caminhos para mais avanços.

 

COMENTÁRIO

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Categorias

Artigo
Ciência
COVID-19
Cultura
Direitos
Educação
Entrevista
Eventos
Geral
Mundo
Opinião
Política
Programa Extra-Classe
Publicações
Rádio Sinpro Minas
Saúde
Sinpro em Movimento
Trabalho

Regionais

Barbacena
Betim
Cataguases
Coronel Fabriciano
Divinópolis
Governador Valadares
Montes Claros
Paracatu
Patos de Minas
Poços de Caldas
Pouso Alegre
Sete Lagoas
Uberaba
Uberlândia
Varginha