Notícias

Nota de repúdio às demissões do Izabela Hendrix

10 de agosto de 2017

A diretoria do Sinpro Minas repudia as demissões de professores feitas, nos últimos dias, pelo Centro Universitário Metodista Izabela Hendrix, em Belo Horizonte.

Com um novo modelo de gestão, focado no mercado e não na educação de qualidade, a atual direção desrespeita os  professores que, com seu trabalho diário e investimento em sua  formação, construíram a história da instituição de ensino.

O Sinpro considera que os projetos de cunho social desenvolvidos pela instituição podem ser afetados com essas demissões. Projetos educacionais que se preocupam em levar atendimento e conhecimento para a sociedade são de fundamental importância para todos.

Transformar a educação em mercadoria é colocar fim à possibilidade de uma real transformação da sociedade. Demitir professores que ajudaram a construir a instituição para contratar novos, com salários menores, desvaloriza a profissão docente, tão fundamental para a educação.

A diretoria do Sindicato reitera que não medirá esforços para defender os direitos da categoria e a construção de uma educação de qualidade voltada para o desenvolvimento social com a valorização do trabalho.

#EducaçãoNãoéMercadoria!

COMENTÁRIO

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Categorias

Artigo
Ciência
COVID-19
Cultura
Direitos
Educação
Entrevista
Geral
Mundo
Opinião
Política
Programa Extra-Classe
Publicações
Rádio Sinpro Minas
Saúde
Sinpro em Movimento
Trabalho

Regionais

Barbacena
Betim
Cataguases
Coronel Fabriciano
Divinópolis
Governador Valadares
Montes Claros
Paracatu
Patos de Minas
Poços de Caldas
Ponte Nova
Pouso Alegre
Sete Lagoas
Teófilo Otoni
Uberaba
Uberlândia
Varginha