Notícias

Nota dos professores das escolas particulares em greve

25 de março de 2011

Aos professores e professoras de escolas particulares de Belo Horizonte e região

“O correr da vida embrulha tudo.A vida é assim: esquenta e esfria, aperta e daí afrouxa,sossega e depois desinquieta.O que ela quer da gente é coragem”João Guimarães Rosa

Prezados colegas,Os últimos dias não têm sido fáceis para a categoria. De um lado, mantemos o nosso desejo de exercer plenamente nossa profissão e atender os compromissos assumidos como profissionais sérios que somos. Do outro, temos sido ameaçados, direta ou sutilmente, por diretores e donos de escolas, frente à demanda legítima por valorização do trabalho e pela busca de condições dignas para exercê-lo, além do reconhecimento profissional.  A forma como nossas reivindicações têm sido tratadas pelo Sinep/MG nos coloca em uma situação limite. Diante do poder dos que têm nossas vidas profissionais nas mãos, restam-nos poucas alternativas. A paralisação das atividades, através do instrumento legítimo da greve, é a única possibilidade frente ao horizonte de impasse quanto às nossas conquistas e de não avanço na campanha reivindicatória. Vários de nós, que paralisamos no dia 16 e aderimos à greve desde o dia 22 de março, temos sido alvo de retaliações e ameaças impensáveis em um país democrático. Diante desse cenário, faz-se necessário ressaltar que, quanto mais unidos estivermos, bem menores serão as chances deste ambiente de medo superar a esperança de avançarmos nas conquistas a que temos direito.

Assim como a coragem, a lealdade e a solidariedade neste momento são fundamentais. A luta deve ser de todos, pois a vitória será da categoria, da educação, da sociedade. Trata-se de uma batalha de uma classe que tem o dever social de ensinar e, sobretudo, de educar a sociedade e formar cidadãos.

Portanto, conclamamos a todos aqueles que ainda não aderiram ao movimento que se unam a nós. A greve é um instrumento legítimo e constitucionalmente garantido. Vamos, fora das escolas, com todos os colegas que estamos no movimento, ministrar mais esta aula de cidadania, tão importante neste momento em que almejamos um Brasil com educação de qualidade e valorização profissional.

Professores das escolas particulares em greveSindicato dos Professores do Estado de Minas Gerais – Sinpro Minas

 

Belo Horizonte, 25 de março de 2011

COMENTÁRIO

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Categorias

Artigo
Ciência
COVID-19
Cultura
Direitos
Educação
Entrevista
Eventos
Geral
Mundo
Opinião
Política
Programa Extra-Classe
Publicações
Rádio Sinpro Minas
Saúde
Sinpro em Movimento
Trabalho

Regionais

Barbacena
Betim
Cataguases
Coronel Fabriciano
Divinópolis
Governador Valadares
Montes Claros
Paracatu
Patos de Minas
Poços de Caldas
Pouso Alegre
Sete Lagoas
Uberaba
Uberlândia
Varginha