Notícias

Nota pela Paz e Justiça Social

20 de fevereiro de 2024

Temos acompanhado a escalada de violência na Faixa de Gaza. O cenário é de horror. Desde 7 de Outubro, foram mortos pelo Estado de Israel 29 mil palestinos, sendo 12.400 crianças. Cerca de 8 mil estão desaparecidos e 1,5 milhão foram deslocados ou perderam suas casas.

Além da morte de civis, testemunhamos a destruição de hospitais, de abrigos e de cargas de alimentos e suprimentos. É preciso denunciar os crimes de guerra e o genocídio.

Neste dia 20 de fevereiro, Dia Mundial da Justiça Social, o Sinpro Minas defende – além do fim da guerra e do respeito ao direito ao Estado da Palestina (Resolução A/75/172 da Organização das Nações Unidas) – a promoção da paz.

Há em curso mais de 8 guerras ou conflitos no mundo, um aumento em relação às últimas décadas causado por desrespeito aos direitos humanos e crescentes tensões econômicas e sociais. Dados mostram que as mortes relacionadas com combates aumentou 97% em 2022, com uma alta de mais de 400% desde o início da década de 2000. Isso precisa ter fim.

A construção da paz não se traduz apenas em ausência de guerras, mas no fim das injustiças. Paz pressupõe a construção de políticas que proporcionem a todas as pessoas a garantia dos seus direitos, uma vida digna, a perspectiva de futuro e o fim das discriminações, e que respeitem a autodeterminação dos povos.

Pelo cessar-fogo imediato, pela paz e pela justiça!

Belo Horizonte, 20 de fevereiro de 2024.

A diretoria do Sinpro Minas

 

COMENTÁRIO

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Categorias

Artigo
Ciência
COVID-19
Cultura
Direitos
Educação
Entrevista
Eventos
Geral
Mundo
Opinião
Política
Programa Extra-Classe
Publicações
Rádio Sinpro Minas
Saúde
Sinpro em Movimento
Trabalho

Regionais

Barbacena
Betim
Cataguases
Coronel Fabriciano
Divinópolis
Governador Valadares
Montes Claros
Paracatu
Patos de Minas
Poços de Caldas
Pouso Alegre
Sete Lagoas
Uberaba
Uberlândia
Varginha