Notícias

Sinpro Minas lança canal de denúncias sobre Covid-19 nas escolas

Enviar por e-mail
Imprimir página Imprimir agora
Tamanho das letras A+ A-

Diante de tantas denúncias sobre casos de contaminação de Covid-19 nas escolas da rede privada e descumprimento dos protocolos, o Sinpro Minas lança nesta semana um canal para acolher e encaminhar esses casos. É importante ressaltar que as denúncias podem ser identificadas, mas também anônimas. O Sinpro Minas está ciente de como muitas escolas têm intimidado o posicionamento de professores/as e demais trabalhadores/as da educação. Por isso, o sindicato ressalta que as denúncias anônimas serão igualmente recebidas, avaliadas e encaminhadas.

Desde o início da pandemia, o Sinpro Minas já vem recebendo diversas denúncias via redes sociais, e-mail e reuniões virtuais, tomando as medidas necessárias frente às irregularidades. Com o retorno às aulas presenciais, os casos só aumentam, demonstrando, infelizmente, uma negligência de muitas escolas com os cuidados necessários para conter a proliferação do vírus. A gravidade e o volume dessas denúncias mostraram a importância de criar um meio que canalize essas informações. De acordo com a presidenta do Sinpro Minas, Valéria Morato, é preocupante tantas denúncias e a gravidade dos descumprimentos. Por exemplo,  escolas que omitem casos de Covid-19 entre funcionários/as e comunidade escolar. “Criamos o canal como forma de acolher essas denúncias e tomar todas as medidas cabíveis junto aos órgãos competentes. São irregularidades que colocam em risco a vida de professores/as e toda comunidade escolar e não podem ser silenciadas”, afirmou.

O canal foi desenvolvido em formato de formulário e podem fazer a denúncia tanto professores/as, como também estudantes e familiares. Além de denúncias sobre casos de contaminação, o/a denunciante pode relatar outras irregularidades referentes aos protocolos de retorno e sobre o posicionamento das escolas.

Divulgue este canal para outros/as professores/as, estudantes e famílias da comunidade escolar. Seguiremos firmes em defesa da vida!
Clique aqui para acessar o canal!

 

Foto: Pexels/Alexandra_Koch

 

Leia mais: http://www.sinprominas.org.br/noticias/professores-sofrem-assedio-por-denunciar-irregularidades-e-sinpro-minas-alerta/

Comentários (0)

Deixe um comentário