Notícias

Sinpro Minas lança canal de denúncias sobre Covid-19 nas escolas

1 de junho de 2021

Diante de tantas denúncias sobre casos de contaminação de Covid-19 nas escolas da rede privada e descumprimento dos protocolos, o Sinpro Minas lança nesta semana um canal para acolher e encaminhar esses casos. É importante ressaltar que as denúncias podem ser identificadas, mas também anônimas. O Sinpro Minas está ciente de como muitas escolas têm intimidado o posicionamento de professores/as e demais trabalhadores/as da educação. Por isso, o sindicato ressalta que as denúncias anônimas serão igualmente recebidas, avaliadas e encaminhadas.

Desde o início da pandemia, o Sinpro Minas já vem recebendo diversas denúncias via redes sociais, e-mail e reuniões virtuais, tomando as medidas necessárias frente às irregularidades. Com o retorno às aulas presenciais, os casos só aumentam, demonstrando, infelizmente, uma negligência de muitas escolas com os cuidados necessários para conter a proliferação do vírus. A gravidade e o volume dessas denúncias mostraram a importância de criar um meio que canalize essas informações. De acordo com a presidenta do Sinpro Minas, Valéria Morato, é preocupante tantas denúncias e a gravidade dos descumprimentos. Por exemplo,  escolas que omitem casos de Covid-19 entre funcionários/as e comunidade escolar. “Criamos o canal como forma de acolher essas denúncias e tomar todas as medidas cabíveis junto aos órgãos competentes. São irregularidades que colocam em risco a vida de professores/as e toda comunidade escolar e não podem ser silenciadas”, afirmou.

O canal foi desenvolvido em formato de formulário e podem fazer a denúncia tanto professores/as, como também estudantes e familiares. Além de denúncias sobre casos de contaminação, o/a denunciante pode relatar outras irregularidades referentes aos protocolos de retorno e sobre o posicionamento das escolas.

Divulgue este canal para outros/as professores/as, estudantes e famílias da comunidade escolar. Seguiremos firmes em defesa da vida!
Clique aqui para acessar o canal!

 
Foto: Pexels/Alexandra_Koch
 
Leia mais: http://www.sinprominas.org.br/noticias/professores-sofrem-assedio-por-denunciar-irregularidades-e-sinpro-minas-alerta/

COMENTÁRIO

Uma resposta

  1. A coordenadora do coleguium Alípio de Melo está escondendo quem tá de COVID e autorizando a ir as aulas. Em 23 de maio de 2022, ligamos na escola,mandei e.mail q meu marido pai do meu filho estava de COVID e q meu filho estava passando mto mal e q não poderia ir a aula,pois ela respondeu q era pra manda.lo fazer prova mesmo assim, mesmo eu tendo informado q o médico disse q ele estava tbem d COVID, mandei meu filho doente, não conseguiu fazer a prova, tive q busca.lo e d pois disto vários colegas da sala dele e professor tbem tiveram COVID.A coordenadora do Coleguium unidade Alípio d Melo chama Melina, só preocupa em fazer nome da escola a qualquer custo.So sexto ano tarde teve vários de COVID e todos vão p a escola com sua autorização.Ria dos agronomos 185.Turma da manhã mtos com COVID.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Categorias

Artigo
Ciência
COVID-19
Cultura
Direitos
Educação
Entrevista
Geral
Mundo
Opinião
Política
Programa Extra-Classe
Publicações
Rádio Sinpro Minas
Saúde
Sinpro em Movimento
Trabalho

Regionais

Barbacena
Betim
Cataguases
Coronel Fabriciano
Divinópolis
Governador Valadares
Montes Claros
Paracatu
Patos de Minas
Poços de Caldas
Ponte Nova
Pouso Alegre
Sete Lagoas
Teófilo Otoni
Uberaba
Uberlândia
Varginha