Notícias

Trabalhadores e estudantes ocupam as ruas de Brasília contra a PEC 55

A votação em primeiro turno da PEC 55 no Senado nesta terça-feira (29/11), reúne centenas de trabalhadores, estudantes e movimentos sociais em Brasília. Professores e estudantes de ocupações  de Belo Horizonte seguiram em caravana para Brasília e participam do ato hoje.

A manifestação denuncia a PEC 55 que simboliza uma sentença de morte para a educação e a saúde públicas, entre outras políticas sociais. Além da PEC, o governo também propõe a MP 746/16 que visa reformular o ensino médio de forma extremamente unilateral, sem diálogo com estudantes e trabalhadores da educação.

As milhares de ocupações pelo país lutam contra todos esses retrocessos de forma combativa. Os estudantes não abrem mão do futuro e não aceitam tantos assaltos aos direitos do povo. Os trabalhadores da educação, também resistem com greves e paralisações.

Por isso, dia 29 de novembro é dia de ocupar as ruas de Brasília e lutar contra a PEC 55, contra a MP 746 e o projeto de lei da Mordaça. Seremos milhares por nenhum direito a menos!

Marcha contra a PEC 55 – 29/11/16 – Brasília

16h Concentração no Museu da República

17h Marcha rumo ao Congresso

Prejuízos ilimitados

O ato na capital federal tem o apoio de centenas de movimentos, entidades e centrais, como a Contee, a CTB, a UNE, a UBES, a CNTE, a UBM, a CUT entre diversas outras organizações.

Para o presidente da Central de Trabalhadores e Trabalhadoras do Brasil (CTB), Adilson Araújo, a aprovação da PEC 55 acabará com a política de valorização do salário mínimo, os investimentos sociais, os concursos públicos, a indexação das aposentadorias ao salário mínimo, e trará outros impactos negativos para população brasileira.

“Quem mais sofre com isso é o povo. Esse governo vai se revelando cada vez mais a serviço dos interesses do grande capital, da mídia oligopolista e de todo esse sistema vicioso”, afirmou Araújo. A CTB convocou os sindicatos da base, como o Sinpro Minas, para apoiar o ato desta terça-feira (29/11).

Na capital paulista, movimentos sociais e as frentes Brasil Popular e Povo Sem Medo realizam ato no Masp contra a PEC 55 a partir das 17h. No domingo (27/11), ato realizado pela Frente Povo Sem Medo reuniu cerca de 40 mil pessoas na avenida Paulista protestando contra a PEC 55 e reivindicando a saída de Michel Temer da presidência.

Com Portal Vermelho e Frente Brasil Popular

COMENTÁRIO

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Categorias

Artigo
Ciência
COVID-19
Cultura
Direitos
Educação
Entrevista
Geral
Mundo
Opinião
Política
Programa Extra-Classe
Publicações
Rádio Sinpro Minas
Saúde
Sinpro em Movimento
Trabalho

Regionais

Montes Claros
Poços de Caldas
Sete Lagoas
Uberaba
Uberlândia