Notícias

ONU: população precisará de 40% a mais de água em 2030

21 de março de 2014

Andreia Verdélio* – Repórter da Agência Brasil
Edição: Carolina Pimentel

Cataratas

 Relatório da ONU aponta que população mundial vai precisar de 40% a mais de água em 2030Arquivo/Agência Brasil

Na semana em que se comemora o Dia Mundial da
Água (22 de março), a Organização das Nações Unidas (ONU) prevê que, em
2030, a população global vai necessitar de 35% a mais de alimento, 40% a
mais de água e 50% a mais de energia. Neste ano, as celebrações giram
em torno do tema Água e Energia e a relação arraigada entre esses dois
elementos foi destaque na reunião da ONU, em Tóquio, para celebrar o
dia.

Água e energia estão entre os desafios globais mais iminentes,
segundo o secretário-geral da Organização Meteorológica Global e membro
da ONU-Água, Michel Jarraud, em nota divulgada pela organização.

Atualmente, 768 milhões de pessoas não têm acesso à água tratada, 2,5
bilhões não melhoraram suas condições sanitárias e 1,3 bilhão não têm
acesso à eletricidade, de acordo com a ONU.

A situação é considerada inaceitável por Jarraud. Segundo ele, outro
agravante é que as pessoas que não têm acesso à água tratada e a
condições de saneamento são, na maioria das vezes, as mesmas que não têm
acesso à energia elétrica.

O Relatório Global sobre Desenvolvimento e Água 2014, de autoria da
ONU-Água, reforça a necessidade de políticas e marcos regulatórios que
reconheçam e integrem abordagens sobre prioridades nas áreas de água e
energia.

O documento destaca como assuntos relacionados à água impactam no
campo da energia e vice-versa. Um dos exemplos citados lembra que a seca
diminui a produção de energia, enquanto a falta de acesso à energia
elétrica limita as possibilidades de irrigação.

Ainda de acordo com o relatório, 75% de todo o consumo industrial de água é direcionado para a produção de energia elétrica.

Energia e água estão no topo da agenda global de desenvolvimento,
segundo o reitor da Universidade das Nações Unidas, David Malone, que
este ano é o coordenador do Dia Mundial da Água em nome da ONU-Água,
juntamente com a Organização das Nações Unidas para o Desenvolvimento
Industrial (Unido).

O diretor-geral da Unido, Li Yong, destacou a importância da água e
da energia para um desenvolvimento industrial inclusivo e sustentável.
“Há um forte clamor hoje para a integração da dimensão econômica e o
papel desempenhado pela indústria das manufaturas em particular, na
direção das prioridades de desenvolvimento pós‐2015. A experiência
mostra que intervenções ambientalmente saudáveis nas indústrias de
transformação podem ser altamente efetivas e reduzir significativamente a
degradação ambiental. Eu estou convencido que um desenvolvimento
industrial inclusivo e sustentável será um elemento chave para uma
integração bem sucedida das dimensões econômica, social e ambiental,”
declarou Li, em nota da ONU.

O Dia Mundial da Água foi instituído em 1992. Desde a Conferência das
Nações Unidas sobre Meio Ambiente e Desenvolvimento, a Eco-92, a data é
referência para as discussões em busca de soluções para os conflitos
existentes entre oferta e demanda de água ao redor do mundo.

*Colaborou o tradutor Augusto Queiroz

Fonte: Agência Brasil

COMENTÁRIO

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Categorias

Artigo
Ciência
COVID-19
Cultura
Direitos
Educação
Entrevista
Geral
Mundo
Opinião
Política
Programa Extra-Classe
Publicações
Rádio Sinpro Minas
Saúde
Sinpro em Movimento
Trabalho

Regionais

Barbacena
Betim
Cataguases
Coronel Fabriciano
Divinópolis
Governador Valadares
Montes Claros
Paracatu
Patos de Minas
Poços de Caldas
Pouso Alegre
Sete Lagoas
Uberaba
Uberlândia
Varginha