Notícias

Paraná: professores em greve e escolas ocupadas

13 de outubro de 2016

É assim que o PSDB lida com a educação

Cerca de 3 mil educadores que participaram da assembleia geral da APP-Sindicato, nesta quarta (12), em Curitiba, deflagraram greve total da categoria nas 2,1 mil escolas da rede pública estadual. A partir de segunda-feira, dia 17, 100 mil trabalhadores da educação básica retomarão o movimento paredista, que havia sido suspenso com o acordo com o governo Beto Richa (PSDB) materializado na Lei 18.493/2015, a qual prevê a reposição da inflação deste ano na data-base em janeiro de 2017.

Ocorre que o governador tucano descumpriu o acordo que pôs fim à greve de 44 dias, não só com os educadores, mas também com os demais servidores públicos do estado.

O movimento grevista se uniu aos estudantes que ocupam mais de 200 escolas no estado do Paraná. A expectativa é que esse número de ocupações mais que dobre no início da semana que vem. Os alunos são contra a reforma do ensino médio (MP 746) e contrários ao desmonte da educação (PEC 241).

 

 

COMENTÁRIO

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Categorias

Artigo
Ciência
COVID-19
Cultura
Direitos
Educação
Entrevista
Geral
Mundo
Opinião
Política
Programa Extra-Classe
Publicações
Rádio Sinpro Minas
Saúde
Sinpro em Movimento
Trabalho

Regionais

Barbacena
Betim
Cataguases
Coronel Fabriciano
Divinópolis
Governador Valadares
Montes Claros
Paracatu
Patos de Minas
Poços de Caldas
Ponte Nova
Pouso Alegre
Sete Lagoas
Teófilo Otoni
Uberaba
Uberlândia
Varginha