Notícias

Pedagoga diz que reforma do ensino médio aprofunda a desigualdade

22 de fevereiro de 2017

“Espero que até 2018 pais e alunos estejam convencidos de que a reforma é contra a juventude brasileira e não a favor do desenvolvimento do jovens brasileiros.” O alerta é da pedagoga e doutora em Educação Lisete Arelaro, para quem a reforma do ensino médio é “cheia de mentiras” e representa retrocesso educacional. O projeto foi sancionado no último  dia 16 de fevereiro pelo presidente Michel Temer.
Em entrevista à Rádio Brasil Atual, a educadora, que fez parte equipe de Paulo Freire quando foi secretário da Educação da capital paulista na gestão de Luiza Erundina (1989-1993), afirma que uma das mentiras do governo é sobre a ampliação da grade curricular. Segundo ela, essa ampliação é impossível de ser feita sem a contratação de professores, o que será inviável com o congelamento de gastos em educação por 20 anos.
“Com a reforma, você vai ter na prática uma escola para rico e outra para pobre. O governo diz que os alunos poderão escolher a área que querem estudar. Mas não é verdade. O aluno só estudará o que a escola puder oferecer. Ou seja, a escola pode não ter a área que o estudante quer. As escolas oferecerão apenas a área para a qual ela tenha professor efetivo, porque não poderá mais fazer concurso, nem ampliar despesas”, explica.
Lisete critica ainda a publicidade disfarçada feita pelo Ministério da Educação e cita a informação de que o governo teria pago R$ 65 mil a youtubers para falarem bem da reforma. “Eu me surpreendi com isso, porque é um jovem mentindo para a juventude.”
Fonte: Rede Brasil Atual

COMENTÁRIO

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Categorias

Artigo
Ciência
COVID-19
Cultura
Direitos
Educação
Entrevista
Geral
Mundo
Opinião
Política
Programa Extra-Classe
Publicações
Rádio Sinpro Minas
Saúde
Sinpro em Movimento
Trabalho

Regionais

Barbacena
Betim
Cataguases
Coronel Fabriciano
Divinópolis
Governador Valadares
Montes Claros
Paracatu
Patos de Minas
Poços de Caldas
Ponte Nova
Pouso Alegre
Sete Lagoas
Teófilo Otoni
Uberaba
Uberlândia
Varginha