Notícias

Professores comemoram o seu dia com lazer e alegria

Dentro do projeto Saberes de Outubro, o Sinpro Minas promoveu no dia 15/10, várias atividades na Praça Negrão de Lima, no bairro Floresta, em Belo Horizonte. A comemoração pelo Dia dos Professores teve oficinas, vivências, brincadeiras, piquinique, teatro e música. Foram realizados simultaneamente atividades abertas para todas as faixas etárias, visando a convivência, lazer e a interação dos professores com a comunidade.

Valéria dia do professor

“Levamos para a praça a comemoração pelo Dia dos Professores para que a sociedade reflita sobre a importância dos professores, principalmente no momento em que o país sofre um desmonte com ataques à educação”, afirma a presidenta do Sinpro Minas Valéria Morato.

Para a diretora Celina Arêas, uma das idealizadoras do projeto Saberes de Outubro, o Sinpro Minas pensou em um mês envolvendo cultura, formação e entrosamento com a sociedade para dialogar sobre o papel dos professores. Ela ressalta a importância de se resgatar a identidade de professor. “Esse é um dia que deve ser comemorado e valorizado. O sindicato quer mostrar com cultura e debates que a educação se faz em qualquer ambiente e que o professor é imprescindível para um Brasil melhor”, afirma.

Dia do professor praça Negrão de Lima 2

O professor Nilton Pinto participou da atividade na praça e aprovou a iniciativa. “Eu acho muito importante este tipo de comemoração porque é uma forma de se valorizar a nossa profissão. Principalmente no momento em que corremos o risco de vários retrocessos na nossa carreira”. Ele cita a reforma do ensino médio através de medida provisória, o projeto “escola sem partido” e outras iniciativas que desvalorizam a categoria. “Hoje é um dia importante pra gente se reunir e celebrar essa data. O professor é fundamental em qualquer sociedade. Somos idealistas por natureza e precisamos acreditar num mundo melhor com a construção de indivíduos livres e com capacidade crítica. Mesmo com todas as dificuldades, precisamos continuar a sonhar e a acreditar que amanhã vai ser diferente”, disse.

COMENTÁRIO

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Categorias

Artigo
Ciência
COVID-19
Cultura
Direitos
Educação
Entrevista
Geral
Mundo
Opinião
Política
Programa Extra-Classe
Publicações
Rádio Sinpro Minas
Saúde
Sinpro em Movimento
Trabalho

Regionais

Montes Claros
Poços de Caldas
Sete Lagoas
Uberaba
Uberlândia