Notícias

Professores contestam propaganda do governo estadual

9 de fevereiro de 2012

O Sindicato Único dos Trabalhadores em Educação de Minas Gerais (Sindute/MG) publicou nesta semana um informativo no qual desmascara os anúncios publicitários do governo estadual sobre a educação em Minas Gerais e denuncia o não cumprimento da lei do piso salarial do magistério.

“Apesar do governo investir mais de milhões de reais em propagandas, a comunidade escolar conhece a realidade da escola pública e sabe que o que se vê na propaganda não é real”.

De acordo com o informativo, o reajuste do piso salarial neste ano será de 21,96%, e o governo reajustará as tabelas do subsídio em apenas 5%. Além disso, o sindicato denuncia que o executivo estadual não investe em educação o percentual mínimo determinado pela Constituição Federal (25%) e critica a ausência de políticas públicas para combater a violência no ambiente escolar e a falta de vagas no ensino médio e na educação infantil.

“Se todos os adolescentes em idade escolar quisessem estudar faltariam cerca de 800 mil vagas. Se doas as crianças procurassem vagas na educação infantil, faltariam cerca de 700 mil vagas”, aponta o informativo.  

COMENTÁRIO

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Categorias

Artigo
Ciência
COVID-19
Cultura
Direitos
Educação
Entrevista
Eventos
Geral
Mundo
Opinião
Opinião Sinpro Minas
Política
Programa Extra-Classe
Publicações
Rádio Sinpro Minas
Saúde
Sinpro em Movimento
Trabalho

Regionais

Barbacena
Betim
Cataguases
Coronel Fabriciano
Divinópolis
Governador Valadares
Montes Claros
Paracatu
Patos de Minas
Poços de Caldas
Pouso Alegre
Sete Lagoas
Uberaba
Uberlândia
Varginha