Notícias

Professores da Fead mantêm greve e exigem pagamento dos salários

12 de agosto de 2016

Em assembleia nesta sexta (12/08), os professores da Fead decidiram manter a greve iniciada no dia 5 de agosto. A decisão dos docentes é uma resposta ao descumprimento pela Fead da Legislação Trabalhista e do acordo coletivo feito com o Sindicato dos Professores em 8 de abril deste ano.

Em março de 2016, os professores tinham 5 salários a receber. Em função desse atraso, os professores iniciaram uma greve, que só foi suspensa após acordo firmado entre o Sinpro Minas e a instituição. As aulas foram reiniciadas, mas pouco tempo depois, os pagamentos começaram a atrasar novamente.

O acordo previa o pagamento dos salários atrasados em 4 parcelas iguais, de maio a agosto. Atualmente, os professores que estavam na instituição antes de fevereiro de 2016, tem 2,5 salários previstos no acordo, e o salário de  julho em atraso. Alguns docentes receberam 25% do salário de julho, sendo que o pagamento foi feito de forma escalonada dos menores para os maiores salários.

O Sinpro Minas repudia essa sequência de atos desrespeitosos da Fead e reafirma sua luta em defesa dos docentes. Todo trabalhador tem o direito e a necessidade de receber seu salário, já que precisa manter sua vida e sua família.

Pelo pagamento imediato dos salários atrasados, por dignidade e respeito, a greve na Fead continua. Somos professores, temos valor!

Saiba mais:
Petição requer pagamento imediato aos professores da Fead

COMENTÁRIO

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Categorias

Artigo
Ciência
COVID-19
Cultura
Direitos
Educação
Entrevista
Geral
Mundo
Opinião
Política
Programa Extra-Classe
Publicações
Rádio Sinpro Minas
Saúde
Sinpro em Movimento
Trabalho

Regionais

Barbacena
Betim
Cataguases
Coronel Fabriciano
Divinópolis
Governador Valadares
Montes Claros
Paracatu
Patos de Minas
Poços de Caldas
Pouso Alegre
Sete Lagoas
Uberaba
Uberlândia
Varginha