Notícias

Professores de Odontologia da Unincor fazem greve

7 de março de 2014

Em assembleia nessa quinta-feira (6/3), professores do curso de Odontologia da Unincor decidiram paralisar as atividades por tempo indeterminado, em decorrência dos constantes descumprimentos de direitos trabalhistas.
 
Os docentes estão há meses sem receber salários, férias e 13o, e a instituição de ensino também não recolhe o FGTS e descumpre outros direitos previstos na Convenção Coletiva de Trabalho (CCT) da categoria. 
 
Esse quadro se arrasta há mais de cinco anos, e as sucessivas direções que assumiram a instituição de ensino não regularizaram as pendências. A falta de transparência por parte da gestão também cria um clima de insegurança entre os docentes.
 
Para piorar a situação, professores foram coagidos, pela atual gestão, a assinarem documento que altera o cargo deles para “supervisores”. Na prática, eles exercem as mesmas atividades, mas têm o valor do salário reduzido.
 
Nova assembleia será feita nesta segunda-feira (10/3), junto com professores do curso de Medicina, às 19 horas, na sede do Sinpro Minas, para avaliar o rumo do movimento.
 
Os professores exigem que a direção da Universidade resolva os problemas o mais breve possível e desejam contar com o apoio dos estudantes e de toda a comunidade acadêmica.
     

COMENTÁRIO

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Categorias

Artigo
Ciência
COVID-19
Cultura
Direitos
Educação
Entrevista
Geral
Mundo
Opinião
Política
Programa Extra-Classe
Publicações
Rádio Sinpro Minas
Saúde
Sinpro em Movimento
Trabalho

Regionais

Barbacena
Betim
Cataguases
Coronel Fabriciano
Divinópolis
Governador Valadares
Montes Claros
Paracatu
Patos de Minas
Poços de Caldas
Pouso Alegre
Sete Lagoas
Uberaba
Uberlândia
Varginha