Notícias

Professores do Colégio Izabela Hendrix mantêm greve

21 de julho de 2020

Em assembleia na sexta-feira (17/7), os/as professores no Colégio Izabela Hendrix decidiram manter a greve por tempo indeterminado e reafirmar a proposta enviada à instituição de ensino no dia 14/7.

Os/as professores/as reivindicam a quitação imediata dos salários atrasados de dezembro de 2019 e de maio e junho deste ano, do 13º salário, do 1/3 de férias, além do depósito do FGTS e do pagamento das próximas remunerações conforme prevê a legislação trabalhista, ou seja, até o 5º dia útil do mês seguinte.

Na assembleia, os/as professores/as também recusaram a contraproposta da direção do Colégio Izabela Hendrix: pagamento do salário de dezembro, do 13º salário e 1/3 de férias em seis parcelas, a partir de 27 de agosto. Já o pagamento das remunerações em atraso deste ano dependeria da liberação de recursos de investidores, de acordo com a contraproposta recusada.

A paralisação da categoria decorre da situação de descumprimento de direitos trabalhistas por parte da instituição de ensino, que se arrasta há anos.

O Sinpro Minas espera que o Colégio Izabela Hendrix apresente, o mais rápido possível, uma contraproposta comprometendo-se a regularizar todas as pendências trabalhistas.

Contamos com a compreensão e o apoio de toda a comunidade escolar.

Sindicato dos Professores do Estado de Minas Gerais (Sinpro Minas)

COMENTÁRIO

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Categorias

Artigo
Ciência
COVID-19
Cultura
Direitos
Educação
Entrevista
Eventos
Geral
Mundo
Opinião
Política
Programa Extra-Classe
Publicações
Rádio Sinpro Minas
Saúde
Sinpro em Movimento
Trabalho

Regionais

Barbacena
Betim
Cataguases
Coronel Fabriciano
Divinópolis
Governador Valadares
Montes Claros
Paracatu
Patos de Minas
Poços de Caldas
Pouso Alegre
Sete Lagoas
Uberaba
Uberlândia
Varginha