Notícias

Professores exigem qualidade do ensino de Espanhol

29 de novembro de 2007

Professores e estudantes de língua espanhola e diretores do Sinpro Minas fizeram nessa quarta-feira (28) uma manifestação na Praça Sete, em Belo Horizonte, pela qualidade do ensino da disciplina nas escolas públicas estaduais.

Conforme denuncia manifesto assinado por entidades ligadas à educação em Minas, o governo estadual pretende, por meio de convênio com a fundação de uma grande escola de idiomas de Belo Horizonte, oferecer um curso de espanhol para professores, principalmente de português e inglês, com 240 horas/aula em apenas 30 dias.

O objetivo dessa medida seria capacitá-los a lecionar o idioma nas escolas públicas de Minas Gerais, sendo designados para cobrir a demanda gerada pela lei 11.161/2005, que cria a obrigatoriedade da oferta da disciplina de língua espanhola no ensino médio das redes pública e privada. Ocorre que, se aplicada, a medida vai precarizar ainda mais a qualidade da educação no estado, gerando um grande prejuízo para os alunos.

Durante a manifestação, foram recolhidas assinaturas para um abaixo-assinado que será enviado à Secretaria Estadual de Educação, exigindo, entre outras coisas, a abertura de um concurso público para professores de Espanhol.

COMENTÁRIO

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Categorias

Artigo
Ciência
COVID-19
Cultura
Direitos
Educação
Entrevista
Geral
Mundo
Opinião
Política
Programa Extra-Classe
Publicações
Rádio Sinpro Minas
Saúde
Sinpro em Movimento
Trabalho

Regionais

Barbacena
Betim
Cataguases
Coronel Fabriciano
Divinópolis
Governador Valadares
Montes Claros
Paracatu
Patos de Minas
Poços de Caldas
Pouso Alegre
Sete Lagoas
Uberaba
Uberlândia
Varginha