Notícias

Professores lutam por melhores salários, carreira e formação

11 de março de 2015

Próxima assembleia será dia 28 de março

No último sábado (7/3), os professores da rede particular de ensino de Minas Gerais se reuniram, em assembleia, para debater os encaminhamentos da Campanha Reivindicatória/2015. Até agora, já aconteceram quatro reuniões de negociação com o sindicato dos donos de escolas, mas ainda não foi feito nenhum acordo quanto às reivindicações apresentadas pelos professores.

A categoria reafirmou a pertinência da pauta de reivindicações apresentada pelo Sinpro Minas, diante do excesso de trabalho, dos baixos salários, e, consequente falta de valorização dos trabalhadores. A diretoria do sindicato reafirma a necessidade de se intensificar o processo de mobilização da categoria. Nos próximos dias, diretores da entidade vão continuar visitando as escolas para ouvir as demandas dos professores.

De acordo com o presidente do Sinpro Minas, Gilson Reis, existe uma pressão muito forte no país contra os avanços trabalhistas. Contudo, o setor privado continua em expansão e tem a previsão de receber recursos bilionários do Governo Federal. “Em 2014, a rede privada de ensino recebeu cerca de R$ 9 bilhões. Com isso, fica claro que esse é um setor que tem extrema capacidade para reajustar salários e melhorar as condições de trabalho. Precisamos, no entanto, nos organizar para desmontar o discurso de crise econômica do patronal e conduzir os trabalhadores para um cenário mais favorável. O nosso diferencial vai ser a capacidade de luta e organização da categoria”.

Foi marcada uma nova assembleia para o dia 28 de março (sábado), às 14 horas, na sede do Sinpro Minas (rua Jaime Gomes, 198, Floresta).

————————————————————-

Confira as reivindicações:

Aumento real

Reajuste pela inflação (INPC) + PIB + Produtividade

Jornada

Elevar o adicional extraclasse de 20% para 1/3 da jornada;

Carreira

Alterar o adicional de quinquênio para triênio;

Formação

Adicional de 10% para especialização, 15% para mestrado e 20% para doutorado;

Piso

Equiparar o piso da Educação Básica e unificar o piso da Educação Superior (BH/Interior)

 

COMENTÁRIO

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Categorias

Artigo
Ciência
COVID-19
Cultura
Direitos
Educação
Entrevista
Geral
Mundo
Opinião
Política
Programa Extra-Classe
Publicações
Rádio Sinpro Minas
Saúde
Sinpro em Movimento
Trabalho

Regionais

Barbacena
Betim
Cataguases
Coronel Fabriciano
Divinópolis
Governador Valadares
Montes Claros
Paracatu
Patos de Minas
Poços de Caldas
Pouso Alegre
Sete Lagoas
Uberaba
Uberlândia
Varginha