Notícias

Professores/as realizam assembleia da campanha reivindicatória 2018

10 de novembro de 2017

Na manhã desta sexta-feira, 10 de novembro, professores e professoras do setor privado de ensino realizaram assembleia da campanha reivindicatória 2018, no Centro de Referência da Juventude (CRJ).

Um dos principais encaminhamentos da assembleia é continuar em luta pela manutenção dos direitos já conquistados na Convenção Coletiva de Trabalho. O adicional extraclasse de 1/3 da jornada, o percentual de recomposição pelo INPC, a unificação dos pisos da educação básica e da superior também são pautas já levantadas pela categoria para serem debatidas durante a campanha.

Valéria Morato, presidenta do Sinpro Minas, destacou que a reforma trabalhista, que entra em vigor neste sábado, dia 11, não poderá atingir a categoria docente. “Temos convenção coletiva valendo até o dia 1º de fevereiro, outras até o dia 30 de março, temos acordos até maio. Qualquer alteração e retirada de direitos é descumprimento da convenção e passível de ação judicial”, afirmou. Valéria também ressaltou a importância da participação dos/as professores/as e do fortalecimento do Sindicato neste momento de fortes ataques aos direitos trabalhistas.

Em tempos de ameaças à educação democrática, a assembleia também encaminhou a redação de uma moção de repúdio, em nome do Sinpro Minas, à ação da Justiça que investiga um professor da UFOP – Universidade Federal de Ouro Preto, acusado de crime de desobediência por manter o grupo de pesquisa acadêmica marxista no Instituto de Ciências Sociais Aplicadas (ICSA).

Após a assembleia, os/as professores/as aderiram à mobilização nacional contra a reforma trabalhista e saíram em passeata, junto a outra categorias e movimentos sociais, pelo centro da cidade.

Novembro: um mês de mobilização! 

Durante todo o mês de novembro, de 8h às 18h, o Sindicato estará aberto a todos/as professores/as para a construção da pauta de negociação, em assembleia permanente. A partir do dia 30 de novembro será feito um compilado da pauta, que será entregue ao patronal. A  campanha de 2018 começa a partir de 1º de janeiro.

É importante a presença de todos/as professores/as neste processo de diálogo e mobilização pela garantia dos direitos da categoria docente.

COMENTÁRIO

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Categorias

Artigo
Ciência
COVID-19
Cultura
Direitos
Educação
Entrevista
Eventos
Geral
Mundo
Opinião
Política
Programa Extra-Classe
Publicações
Rádio Sinpro Minas
Saúde
Sinpro em Movimento
Trabalho

Regionais

Barbacena
Betim
Cataguases
Coronel Fabriciano
Divinópolis
Governador Valadares
Montes Claros
Paracatu
Patos de Minas
Poços de Caldas
Pouso Alegre
Sete Lagoas
Uberaba
Uberlândia
Varginha