Notícias

Sinpro faz atividades em defesa do meio ambiente

8 de junho de 2010

 

Em 5 de junho, comemora-se o Dia Mundial do Meio Ambiente. Para marcar a data, o Sinpro Minas e a Central dos Trabalhadores e Trabalhadoras do Brasil (CTB) realizaram, pelo quarto ano consecutivo, atividade na Praça Sete, no centro de Belo Horizonte, nesta terça-feira (8/6). O ato contou com uma aula pública com o tema “Sociedade de Consumo e Sustentabilidade Ambiental”, ministrada pelo professor e presidente do Sinpro Minas, Marco Eliel Santos de Carvalho. A participação popular foi grande e o ato chamou a atenção de quem passava pelo local.

 

Enquanto algumas pessoas assistiam à aula sobre os cuidados com o meio ambiente e os efeitos da ação do homem sobre a natureza, outros adquiriam mudas de Pau Brasil, Goiabeira, Mangueira, entre outras árvores. Também houve uma apresentação teatral elaborada pelo grupo Circo Teatro Olho da Rua.

 

Marco Eliel aponta que a ação predatória das mineradoras que atuam em Minas Gerais é motivo de crescente preocupação. “A contaminação dos recursos hídricos, colocando em risco a qualidade da água que abastece Belo Horizonte, a degradação do solo e subsolo, a devastação da fauna e flora, a poluição, além dos reflexos negativos na vida dos moradores das comunidades onde as atividades são sediadas são alguns dos problemas imediatos”, avalia Eliel.

 

Para ele, as medidas compensatórias não devolvem às comunidades e ao meio ambiente as enormes perdas causadas pela ação  mineradora. “Para enfrentar o problema, é preciso que não só as comunidades afetadas pelo impacto ambiental se mobilizem para cobrar do estado uma postura mais efetiva, mas também todo o conjunto da sociedade deve participar ativamente das manifestações, audiências públicas e ações de combate à mineração”, ressalta.

 

“Para além dos impactos ambientais e sociais existe um grande risco de destruição do patrimônio cultural e histórico de comunidades como os quilombolas. Muitas dessas empresas, em sua maioria multinacionais, não pagam os royalties devidos aos municípios que seriam revestidos para a construção de escolas, postos de saúde e reconstituição dos acervos artísticos e culturais dessas localidades”, completa o presidente do Sinpro.

 

De acordo com o professor Nelson Ribeiro, nas eleições deste ano a população deve ficar atenta às propostas dos candidatos no sentido de cobrar o comprometimento com a preservação do meio ambiente e combate às ações que visam o lucro em detrimento da qualidade de vida das pessoas. “Não podemos votar em um político que concorda com atividades predatórias ou até mesmo que não esteja atento a essas questões”, lembra.

 

Histórico

A criação do Dia Mundial do Meio Ambiente foi em 1972, em virtude de um encontro promovido pela ONU (Organização das Nações Unidas). Esse encontro reuniu 113 países, além de 250 organizações não governamentais, onde a pauta principal abordava a degradação que o homem tem causado ao meio ambiente e os riscos para sua sobrevivência.

 

Nessa reunião, criaram-se vários documentos relacionados às questões ambientais, bem como um plano para orientar as ações do homem e dos governantes diante do problema. A importância da data é devido às discussões que se abrem sobre a poluição do ar, do solo e da água; desmatamento; diminuição da biodiversidade e da água potável ao consumo humano, destruição da camada de ozônio, destruição das espécies vegetais e das florestas, extinção de animais, entre outros.

 

A partir de 1974, o Brasil iniciou um trabalho de preservação ambiental, através da Secretaria Especial do Meio Ambiente, para levar à população informações acerca das responsabilidades de cada um diante da natureza. 

COMENTÁRIO

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Categorias

Artigo
Ciência
COVID-19
Cultura
Direitos
Educação
Entrevista
Eventos
Geral
Mundo
Opinião
Política
Programa Extra-Classe
Publicações
Rádio Sinpro Minas
Saúde
Sinpro em Movimento
Trabalho

Regionais

Barbacena
Betim
Cataguases
Coronel Fabriciano
Divinópolis
Governador Valadares
Montes Claros
Paracatu
Patos de Minas
Poços de Caldas
Pouso Alegre
Sete Lagoas
Uberaba
Uberlândia
Varginha