Notícias

Sinpro lança 6ª revista Elas por Elas e entrega Comenda Clara Zetkin

26 de março de 2013

Mulheres e homens de muitas feições, identidades e lutas compareceram para prestigiar o evento de lançamento da 6ª edição da revista Elas por Elas e de entrega da Comenda Clara Zetkin, na noite da última sexta-feira, 22 de março, no auditório do Sinpro Minas, em Belo Horizonte.

A atividade faz parte das comemorações do Dia Internacional da Mulher, em 8 de março, e dos 80 anos do Sinpro Minas, completados em fevereiro deste ano.

O evento começou com a acolhida calorosa de 25 mulheres que foram homenageadas com a Comenda. Em seguida, foi exibido um vídeo elaborado pelo Departamento de Comunicação do sindicato, que apresenta a sexta edição da revista, as pautas abordadas, e quem foi Clara Zetkin, nome dado à homenagem promovida pelo sindicato.

Lavínia Rosa, diretora do Sinpro e integrante do Conselho Editorial da Revista Elas por Elas, ressaltou a relevância de uma diretoria sindical que pauta e vivencia a questão de gênero. “Se olharmos para os 80 anos de história do Sinpro, constatamos que a categoria docente é majoritariamente feminina. Na sociedade de classes em que vivemos, valorizar a mulher é valorizar toda a classe trabalhadora”, ressaltou.

Lavínia lembrou ainda que, a partir da década de 1980, o Sindicato dos Professores teve duas professoras presidentas, Celina Arêas e Inês Teixeira. “Na atual gestão, temos uma vice-presidenta. Essa opção de ter mulheres à frente de sua diretoria demonstra que temos um sindicato progressista”, afirmou. Segundo ela, há pessoas que acham que a questão de gênero já está resolvida. “Ainda temos muitos caminhos a trilhar nessa direção”, completou.

Para Gilson Reis, presidente do Sinpro, a cada ano esse evento vai se tornando mais marcante para as mulheres, para a categoria e para a sociedade. “Um sindicato que luta pela educação, faz greve e faz luta de ideias se destaca também por colocar a questão de gênero como uma de suas pautas principais, através da revista Elas por Elas e da Comenda Clara Zetkin”, afirmou.

“As pautas da revista, como as mulheres na política, a luta das mulheres indígenas, o parto humanizado, a lei Maria da Penha, as cotas nas universidades, nos mostram como é necessário construir alternativas. São questões do passado que ainda não foram resolvidas e que se materializam nessa revista como pautas do presente e do futuro, batendo às nossas portas”, refletiu.

Gilson destacou a importância da iniciativa do Conselho Editorial, do apoio da diretoria do Sinpro e do empenho do Departamento de Comunicação em produzir uma revista de qualidade na temática de gênero. “Nos 80 anos do Sinpro, é com muita satisfação que lançamos a 6ª edição da Revista Elas por Elas, porque acreditamos que para construir uma sociedade mais justa, é preciso promover a igualdade de gênero “, completou.ComendaA Comenda Clara Zetkin foi entregue a 25 mulheres que se destacam na sociedade por sua atuação em prol dos direitos e do protagonismo das mulheres.

“Tenho muito orgulho de ter feito parte de um pouquinho destes 80 anos. Tudo aqui é feito com muito amor, luta e unidade”, disse Ana Prestes, que já foi consultora educacional do Sinpro Minas, ao receber a Comenda.

Emocionada, a atriz Inês Peixoto agradeceu a homenagem e disse ter orgulho de estar entre mulheres que lutam por um mundo melhor. “Fico ainda mais emocionada ao receber essa homenagem do Sindicato dos Professores. Os professores são os grandes heróis dessa nação e temos de tê-los fortes para termos uma nação melhor”, declarou a atriz do grupo Galpão de Teatro. “Quero agradecer muito ao Sinpro e a toda a equipe da revista por esse reconhecimento”, declarou a indígena Adana Kambeba, que também recebeu a comenda Clara Zetkin.

Clara ZetkinNascida na Alemanha, em 1857, Clara Zetkin foi uma figura histórica do feminismo, sindicalista, militante política e professora. Uma mulher que dedicou sua vida à luta pela igualdade de oportunidades para as mulheres, o direito ao voto e à libertação da mulher trabalhadora.

Uma revolucionária que, em 1910, durante uma Conferência Internacional de Mulheres Socialistas, em Copenhague, lançou a ideia de um Dia Internacional da Mulher, o 8 de março. No ano seguinte, um milhão de mulheres de mulheres foram às ruas nessa data na Europa e nos Estados Unidos.

  • Clique aqui e leia a 6ª edição da revista Elas por Elas

Mulheres homenageadas em 2013 Comenda Clara Zetkin – Sinpro Minas

Adana Kambeba Ana Maria Prestes RabeloAndréia DinizAntônia Maria da Rocha Montenegro Carolina dos Santos de Oliveira Daniela Mateus de Vasconcelos Elaine de Fátima Ferreira Barros Eliane Maria de Miranda Fátima Silva Risério Inês Peixoto Léa Guimarães SoukiLídia Soares Costa Lívia Haele Arnaut Mairyara Barbosa Loureiro Silveira Márcia Auxiliadora Randi de Souza Márcia de Cássia GomesMaria Bernadete Teixeira Rezende Maria Cristina LeãoMaria de Lourdes Rocha de Lima Maria Esther Pires Altoe Maria Nicolina Felga Fialho Rosária Fátima Fernandes Santos Samira Zaidan Sônia Lansky Umbelina Angélica Fernandes  

COMENTÁRIO

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Categorias

Artigo
Ciência
COVID-19
Cultura
Direitos
Educação
Entrevista
Geral
Mundo
Opinião
Política
Programa Extra-Classe
Publicações
Rádio Sinpro Minas
Saúde
Sinpro em Movimento
Trabalho

Regionais

Barbacena
Betim
Cataguases
Coronel Fabriciano
Divinópolis
Governador Valadares
Montes Claros
Paracatu
Patos de Minas
Poços de Caldas
Pouso Alegre
Sete Lagoas
Uberaba
Uberlândia
Varginha