Notícias

Sinpro Minas pede novamente reintegração dos professores da Estácio

O Sinpro Minas vai recorrer de decisão da Justiça do Trabalho e pedir novamente a reintegração dos professores demitidos pela Estácio de Sá no final deste ano.

Nesta quinta-feira (14/12), a Justiça atendeu parcialmente uma ação civil pública ajuizada pelo sindicato e determinou que a Universidade apresente a lista completa dos professores demitidos, além dos termos rescisórios de cada um.

A instituição de ensino também terá de apresentar os nomes de todos os docentes que estão sendo contratados, bem como os valores dos salários dos novos trabalhadores. Porém a Justiça não acatou o pedido de reintegração feito pelo sindicato.

A multa à instituição de ensino em caso de descumprimento da determinação é de 1 mil reais por dia.

O recurso contra a decisão será apresentado pelo departamento Jurídico do Sinpro Minas nesta segunda-feira (18/12), e a expectativa do sindicato é de reverter as demissões na Universidade.

Feitas no contexto da reforma trabalhista, as demissões tiveram o objetivo de ampliar a já elevada margem de lucro do grupo empresarial.

Saiba mais:

Exija homologação no sindicato e confira o modelo de ressalva!

Sinpro Minas repudia demissão em massa na Faculdade Estácio de Sá

Demissões na Estácio de Sá expõem temor em torno de reforma trabalhista

COMENTÁRIO

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Categorias

Artigo
Ciência
COVID-19
Cultura
Direitos
Educação
Entrevista
Geral
Mundo
Opinião
Política
Programa Extra-Classe
Publicações
Rádio Sinpro Minas
Saúde
Sinpro em Movimento
Trabalho

Regionais

Montes Claros
Poços de Caldas
Sete Lagoas
Uberaba
Uberlândia