Notícias

Sinpro Minas repudia assédio moral contra professores

15 de março de 2011

O Sinpro Minas repudia a pressão e as ameaças feitas por coordenadores e donos de escolas a professores, para que eles não paralisem as atividades nesta quarta-feira (16/3). Trata-se de uma prática de assédio moral, que afronta a autonomia da categoria e desrespeita o direito constitucional de organização e manifestação dos trabalhadores.  

Algumas instituições de ensino também impediram a entrada de diretores do sindicato, que estão visitando as escolas para informar a categoria sobre a paralisação.  

O Sinpro Minas reafirma o forte repúdio a qualquer forma de pressão exercida contra a categoria e destaca a necessidade da paralisação nesta quarta-feira (16/3), para fortalecer a luta por melhores condições de trabalho e mais qualidade da educação na rede privada de ensino. O sindicato ressalta, ainda, que as ameaças e pressões devem ser denunciadas, para que ações sindicais e medidas jurídicas contra a instituição de ensino sejam encaminhadas.

COMENTÁRIO

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Categorias

Artigo
Ciência
COVID-19
Cultura
Direitos
Educação
Entrevista
Eventos
Geral
Mundo
Opinião
Política
Programa Extra-Classe
Publicações
Rádio Sinpro Minas
Saúde
Sinpro em Movimento
Trabalho

Regionais

Barbacena
Betim
Cataguases
Coronel Fabriciano
Divinópolis
Governador Valadares
Montes Claros
Paracatu
Patos de Minas
Poços de Caldas
Pouso Alegre
Sete Lagoas
Uberaba
Uberlândia
Varginha