Notícias

Sinpro Minas solidariza-se com estudantes agredidos em audiência

Por meio desta nota, o Sinpro Minas solidariza-se com os estudantes Marianna Dias e Pedro Gorki, presidentes da União Nacional dos Estudantes (UNE) e da União Brasileira de Estudantes (UBES). Ambos foram agredidos verbalmente por parlamentares bolsonaristas e impedidos de se manifestar durante audiência pública nessa quarta-feira (22/5), na Câmara dos Deputados.

Seguranças da Casa também retiraram os estudantes do local com violência. A audiência, com a presença do ministro da Educação Abraham Weintraub, debatia o corte de recursos no setor.

Trata-se de uma postura inadmissível em um ambiente que representa o povo brasileiro e que deve se pautar pela ampla participação dos cidadãos e pelo discussão plural dos grandes temas nacionais. Representa também uma afronta a todos os estudantes brasileiros.

Além disso, a atitude dos parlamentares governistas, entre eles os deputados Waldir Soares (PSL), Éder Mauro (PSD) e Dayane Pimentel (PSL), revela um modo de agir recorrente na base bolsonarista: o uso da truculência para tentar abafar opiniões divergentes.

É uma prática incompatível com o decoro parlamentar, que merece o repúdio de todos aqueles que prezam pelo respeito às regras de convivência e pelo debate democrático.

Dessa forma, reafirmamos a nossa solidariedade aos estudantes Marianna Dias e Pedro Gorki e o forte repúdio aos parlamentares que agiram de forma truculenta, e esperamos que a Câmara dos Deputados, por meio de sua mesa diretora, tome as medidas cabíveis para que tais atitudes não prosperem no ambiente.

Reiteramos, ainda, o nosso total apoio ao ato nacional pela educação e contra a reforma da Previdência, convocado pelo movimento estudantil para o dia 30 de maio.

Foto: Maiakovski Pinheiro/Jornalistas Livres

COMENTÁRIO

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Categorias

Artigo
Ciência
COVID-19
Cultura
Direitos
Educação
Entrevista
Geral
Mundo
Opinião
Política
Programa Extra-Classe
Publicações
Rádio Sinpro Minas
Saúde
Sinpro em Movimento
Trabalho

Regionais

Montes Claros
Poços de Caldas
Sete Lagoas
Uberaba
Uberlândia