Notícias

Sinpro promove atividade em defesa do meio ambiente

12 de junho de 2012

 

Com o objetivo de despertar a consciência ambiental através da arte, cultura e educação, o Sindicato dos Professores de Minas Gerais realizou atividades em comemoração ao Dia do Meio Ambiente (5 de junho), pelo sexto ano consecutivo. Desta vez, o evento aconteceu na manhã desta segunda-feira (12/6), em frente à igreja Padre Eustáquio, na região Noroeste de Belo Horizonte. Duzentas mudas da flora nacional foram distribuídas para as pessoas que acompanharam o ato.

 

Com o tema “Cidadania pelas águas”, a atividade contou com a apresentação de duas esquetes teatrais, elaboradas pelo grupo teatral Lela. Durante o evento, professores falaram sobre a importância de educar a sociedade para preservar o meio ambiente.

 

“A nossa missão é propor a reflexão sobre o desenvolvimento com sustentabilidade socioambiental. Hoje, no dia dos namorados, devemos fazer uma declaração de amor ao meio ambiente. Sem a natureza não existe vida, precisamos cuidar do ambiente como cuidamos do nosso corpo”, afirmou o presidente do Sinpro Minas, Marco Eliel Carvalho.

 

Marco Eliel lembra que todo dia deve ser marcado por ações de preservação da natureza e que o Dia do Meio Ambiente não deve ser encarado apenas como uma data comemorativa. “Agir pela sustentabilidade do planeta deve ser uma ação consciente e corriqueira”, ressaltou. Lançamos agora uma campanha para que cada um de nós, quando for ao supermercado, avalie as embalagens dos produtos e adquiram apenas aquelas que causam impactos menores ao meio ambiente, ou seja que tenham a menor quantidade de plástico”, completa.    

 

Para o ator Munish Satyaprem, a arte ajuda a sensibilizar as pessoas, nesse caso sobre a importância da água na vida do planeta. “Os espetáculos foram criados para esse evento. Escolhemos músicas que falam sobre o ciclo da água e tentamos demonstrar a importância dessa substância essencial às nossas vidas”, completa.

 

“É preciso educar as pessoas para preservar a vida e o meio ambiente. Sem a natureza ninguém pode permanecer na terra. Antigamente não se falava nisso, mas hoje temos muitas informações disponíveis, não tem mais desculpa para desmatar, destruir ou poluir”, comentou a moradora do bairro Padre Eustáquio Francisca Nery. Ela ressalta que em noventa e cinco anos, agora é a época onde a informação está em todo lugar, basta saber como usá-las.

 

O presidente licenciado do Sinpro Minas, Gilson Reis, também marcou presença no evento e lembrou de quando participou da ECO 92, ainda como estudante de Biologia. Gilson ressalta que naquele momento, os cientistas e ativistas ambientais alertavam para as causas nocivas do desmatamento, da poluição e para o aquecimento global que seria maior a cada dia.

 

“Vinte anos depois percebemos que pouca coisa foi feita. Na Rio + 20, que começa essa semana, é preciso que o Brasil assuma um protagonismo maior diante dessa causa, principalmente diante da postura omissa dos países mais ricos como EUA, Japão, China, Rússia, entre outros, que não irão participar das discussões. É hora de tomarmos medidas mais firmes e efetuar ações concretas não só no âmbito local, mas na esfera local. Devemos cuidar das nossas casas, ruas, bairros e cidades, pois assim estaremos preservando o nosso planeta, enfatizou o professor Gilson Reis.  

COMENTÁRIO

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Categorias

Artigo
Ciência
COVID-19
Cultura
Direitos
Educação
Entrevista
Geral
Mundo
Opinião
Política
Programa Extra-Classe
Publicações
Rádio Sinpro Minas
Saúde
Sinpro em Movimento
Trabalho

Regionais

Barbacena
Betim
Cataguases
Coronel Fabriciano
Divinópolis
Governador Valadares
Montes Claros
Paracatu
Patos de Minas
Poços de Caldas
Pouso Alegre
Sete Lagoas
Uberaba
Uberlândia
Varginha