Notícias

Tire suas dúvidas sobre a febre amarela

Diante da confirmação de 12 casos de febre amarela em Minas, no período de julho de 2017 até o momento, a Secretaria de Estado de Saúde de Minas Gerais (SES-MG) intensifica as ações de controle da doença nas regiões com os casos confirmados e orienta à toda população do estado sobre a importância da vacinação no Sistema Único de Saúde (SUS) e pede atenção especial do público masculino, que se vacine.

Entre as ações definidas para controlar a febre amarela nas áreas rurais e manter a incidência zero de febre amarela urbana, destacam-se as campanhas educativas sobre a necessidade de vacinação, ampliação dos horários de vacinação nas unidades de saúde, a vacinação casa a casa na zona rural dos municípios com casos confirmados ou com epizootias (morte de primatas) confirmadas para a febre amarela e o aumento no número de equipes de saúde nas regiões e também parceria entre as áreas de Atenção Primária e Vigilância em Saúde.

Vacinação neste sábado

Belo Horizonte e vários municípios mineiros vão abrir as Unidades Básicas de Saúde (também conhecidas como Postos de Saúde), neste sábado (20/01). Na capital mineira, a vacinação será intensificada das 08h às 17h, nos 152 centros de saúde da capital. Confira aqui os endereços:

Postos de saúde de BH

Entenda a doença e tires suas dúvidas sobre a vacinação:

A febre amarela é uma doença viral aguda, imunoprevenível, transmitida ao homem e a primatas não humanos (macacos), por meio da picada de mosquitos infectados.

Classificada como uma doença infecciosa grave, provoca febre, calafrios, dor de cabeça, dores nas costas e no corpo, náuseas e vômitos, fadiga e fraqueza. Os primeiros sintomas aparecem de 3 a 6 dias depois da infecção. Aos primeiros sinais, procure um serviço de saúde.

A doença não é contagiosa, ou seja, não há transmissão de pessoa a pessoa. É transmitida somente pela picada de mosquitos infectados com o vírus da febre amarela.

A principal forma de prevenção da Febra Amarela é por meio da vacinação.

Não me lembro se já vacinei contra Febre Amarela. O que eu faço?

A vacina contra a Febre Amarela faz parte do calendário de vacinação do SUS, por isso se você tiver com a sua imunização em dia provavelmente você já se vacinou. Basta conferir o seu Cartão de Vacinação. Mas, caso ainda tenha dúvida, procure a equipe de saúde na Unidade Básica de Saúde (UBS) para fazer a avaliação e a necessidade de se vacinar.

Qualquer pessoa deve se vacinar contra a Febre Amarela?

Toda pessoa acima de nove meses de vida que mora ou vai viajar para área rural, de mata ou silvestre deve procurar uma Unidade Básica de Saúde (UBS) para se vacinar contra a Febre Amarela. A vacina é gratuita e oferecida pelo Sistema Único de Saúde (SUS). Idosos acima dos 60 anos e gestantes devem ser avaliadas por uma equipe de saúde em relação ao benefício e risco da vacinação, levando em conta o risco de eventos adversos.

Quantas doses da vacina são necessárias para a imunização completa contra a febre amarela?

Seguindo recomendação da Organização Mundial da Saúde, o Ministério da Saúde adotou os padrões internacionais da dose única. Ou seja: quem tomou 1 (uma) dose da vacina da febre amarela em qualquer fase da vida está imunizado pelo resto da vida, e não precisa do reforço.

Quem não pode tomar a vacina contra a Febre Amarela?

Gestantes, bebês com menos de 6 meses (e mulheres que amamentam crianças até essa idade), alérgicos a ovo e imunodeprimidos por doenças como câncer e Aids ou por tratamento, como no caso de radioterapia. Pessoas com doenças autoimunes devem ser avaliadas caso a caso. Em situações emergenciais, a imunização deve ser avaliada por um profissional de saúde.

Se eu não posso tomar a vacina, como me proteger da Febre Amarela?

Para as pessoas as quais a vacina não é recomendável o ideal é evitar áreas de mata em regiões com casos da doença, além de se proteger das picadas. Algumas formas de colocar isso em prática são: usar repelente, evitar áreas silvestres, vestir roupas compridas e claras, usar mosqueteiros e telas, e evitar perfume em áreas de mata.

Pessoas com mais de 60 anos podem se vacinar?

Pessoas com 60 anos ou mais, que nunca foram vacinadas contra a febre amarela anteriormente, ou sem o comprovante de vacinação, deverão consultar a equipe de saúde para avaliação do benefício desta imunização, levando em conta o risco da doença e o risco de eventos adversos nesta faixa-etária ou decorrente de comorbidades.

Mulheres que estão amamentando podem se vacinar contra a Febre Amarela?

A vacinação é contraindicada para lactantes de bebês menores de 6 meses. Na impossibilidade de adiar a vacinação – como em caso de surtos e epidemias ou viagem para área com risco, a mãe deve antes da vacinação praticar a ordenha do leite e manter congelado por 28 dias em freezer ou congelador.

A partir de quantos meses um bebê pode se vacinar?

O calendário de vacinações indica a imunização a partir dos nove meses de idade. Caso a criança resida em de transmissão ativa da febre amarela (na qual há morte de macacos com suspeita da doença, e casos em humanos), o bebê pode ser vacinado a partir dos seis meses de idade.

Acompanhe o quadro com as orientações sobre a vacinação

Não tenho Cartão de Vacina; o que devo fazer?

Você deve procurar uma Unidade Básica de Saúde (UBS) mais próxima da sua casa para fazer um novo Cartão de Vacina pelo SUS, e assim, se vacinar normalmente. Lembre-se: o cartão é um documento muito importante que reúne todo o seu histórico vacinal durante a vida. Por isso, o guarde com cuidado.

Acabei de me vacinar contra a Febre Amarela. Posso doar sangue?

Quem tomou vacina contra a Febre Amarela necessita de um intervalo de 30 dias para realizar uma doação de sangue. As pessoas ainda não imunizadas podem, no mesmo dia, doar sangue e, depois, se dirigirem a uma unidade de saúde para receber a vacina da febre amarela.

Vale destacar que durante o período de férias e Carnaval, historicamente, o estoque de sangue da Fundação Hemominas sofre uma redução de aproximadamente 30%. Aliada a essa sazonalidade, a ocorrência de casos de febre amarela pode agravar a situação, tendo em vista que o tratamento de suporte aos pacientes infectados pode demandar o uso de grande quantidade de hemocomponentes. Por isso, antes de se vacinar, procure um Hemocentro e salve vidas.

O que é dose fracionada da vacina febre amarela? Minas Gerais adotou a dose fracionada?

É a utilização de um quinto (1/5) de uma dose padrão (0,5 mL) da vacina febre amarela (VFA), ou seja, 0,1mL. Retira-se do frasco da vacina uma dosagem menor do que habitualmente é utilizado. No entanto, a proteção e segurança da dose fracionada é a mesma do que a dose padrão. A diferença está no tempo de proteção, que na dose padrão é para toda a vida, e com a dose fracionada, de pelo menos 8 anos. O fracionamento de doses é uma orientação do governo federal (Ministério da Saúde) para alguns estados brasileiros. Minas Gerais não está entre esses estados e não utilizará o fracionamento de doses.

Fonte: Secretaria Estadual da Saúde – MG

COMENTÁRIO

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Categorias

Artigo
Ciência
COVID-19
Cultura
Direitos
Educação
Entrevista
Geral
Mundo
Opinião
Política
Programa Extra-Classe
Publicações
Rádio Sinpro Minas
Saúde
Sinpro em Movimento
Trabalho

Regionais

Montes Claros
Poços de Caldas
Sete Lagoas
Uberaba
Uberlândia