Notícias

UNIFEMM desrespeita direitos da categoria

29 de novembro de 2007

A Fundação Educacional Monsenhor Messias, mantenedora do Centro Universitário de Sete Lagoas (Unifemm), tem desrespeitado direitos dos professores que lecionam na instituição de ensino. Em 2004, a direção da escola reduziu salários em desacordo com normas da Convenção Coletiva de Trabalho (CCT), e, agora, tenta induzir os professores ao erro, fazendo-os aceitar um “acordo” que supostamente legitimaria essa irregularidade.

Alguns professores já obtiveram sucesso nas ações movidas contra a escola. A Justiça já deu pareceres contrários à atitude da instituição de ensino, interpretando-a como uma grave irregularidade que implica em grandes prejuízos para os professores. Determinou, também, que a direção da escola efetue o pagamento das diferenças salariais retidas durante o contrato.

O Sinpro Minas orientou os professores a não aceitarem nenhuma proposta que retire direitos. Em reunião com a direção do Unifemm, o sindicato deixou bem claro que vai tomar as medidas cabíveis para que os direitos da categoria sejam respeitados.

Para discutir essa situação, o Sinpro Minas convida todos os professores para reunião no dia 4 de dezembro (terça-feira).

REUNIÃO DE ESCLARECIMENTOCOM OS PROFESSORES DA UNIFEMM

Dia: 4 de dezembro (terça-feira)Horário: 16 hLocal: Paróquia São Cristóvão(rua Pedra Grande, 1099 – Santo Antônio – Sete Lagoas)

COMENTÁRIO

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Categorias

Artigo
Ciência
COVID-19
Cultura
Direitos
Educação
Entrevista
Eventos
Geral
Mundo
Opinião
Opinião Sinpro Minas
Política
Programa Extra-Classe
Publicações
Rádio Sinpro Minas
Saúde
Sinpro em Movimento
Trabalho

Regionais

Barbacena
Betim
Cataguases
Coronel Fabriciano
Divinópolis
Governador Valadares
Montes Claros
Paracatu
Patos de Minas
Poços de Caldas
Pouso Alegre
Sete Lagoas
Uberaba
Uberlândia
Varginha