Notícias

Varginha discute o tema da violência contra a Mulher

4 de junho de 2019

O Brasil é um dos países mais violentos do mundo para as mulheres. Um estudo divulgado pelo Escritório das Nações Unidas para Crime e Drogas revela que, no país, a taxa de homicídios femininos é de quatro mulheres mortas para cada grupo de 100 mil mulheres, ou seja, 74% superior à média mundial que é de 2,3 mortes para cada 100 mil mulheres.

Para debater essa triste realidade, foi realizado na última semana, na cidade de Varginha, região Sul de Minas Gerais, o Seminário de Prevenção à Violência Doméstica, que reuniu especialistas, professores, estudantes e movimentos sociais. A Central dos Trabalhadores e Trabalhadoras do Brasil no Estado (CTB/MG) foi representada pela professora Mônica Cardoso que também integra o Conselho Municipal dos Direitos das Mulheres, em Varginha, pelo Sindicato dos Professores (Sinpro Minas) e a CTB Minas. Mônica destacou o trabalho da Rede de Enfrentamento Contra a Violência de Gênero de Varginha e propôs ao Coletivo Feminismo Popular de Varginha aderir à rede. A proposta foi aprovada pelos participantes durante do seminário, onde foi apresentado também um projeto da Polícia Militar (PM) que oferece assistência às vítimas e orienta os agressores.

FOTO VARGINHA 4 (1)

Fonte: Imprensa/Sindicato

Fotos: CTB-MG

COMENTÁRIO

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Categorias

Artigo
Ciência
COVID-19
Cultura
Direitos
Educação
Entrevista
Geral
Mundo
Opinião
Política
Programa Extra-Classe
Publicações
Rádio Sinpro Minas
Saúde
Sinpro em Movimento
Trabalho

Regionais

Barbacena
Betim
Cataguases
Coronel Fabriciano
Divinópolis
Governador Valadares
Montes Claros
Paracatu
Patos de Minas
Poços de Caldas
Ponte Nova
Pouso Alegre
Sete Lagoas
Teófilo Otoni
Uberaba
Uberlândia
Varginha