Notícias

Vitória dos trabalhadores: Carteira Verde e Amarela é derrubada no Senado

Na última segunda-feira (20/04), a Medida Provisória (MP) 905, que instituía a Carteira de Trabalho Verde e Amarela, foi derrubada no Senado. A notícia traz um alívio para a classe trabalhadora, especialmente neste momento em que os patrões, aproveitando-se da pandemia causada pelo novo coronavírus, querem retirar ainda mais direitos dos trabalhadores.

A MP 905, conhecida como “MP da Escravidão”, propunha, entre outras barbaridades, a desoneração das empresas e oneração dos trabalhadores; desregulamentação da jornada de trabalho; enfraquecimento das negociações coletivas e até a criação de um conselho sobre acidentes de trabalho sem a participação dos trabalhadores.

Diante de tantos ataques, as Centrais Sindicais, com o apoio da oposição no Senado, iniciaram um intenso trabalho para derrubar a MP 905. As Centrais também criaram um site de esclarecimentos na internet e promoveram um tuitaço com a frase “Caduca MP 905”.

O esforço deu resultado, mas, apesar da vitória, os trabalhadores precisam continuar atentos. Jair Bolsonaro – inimigo da classe trabalhadora – já avisou que não desistiu deste projeto que, na prática, só atende os patrões. A luta entre capital x trabalho segue intensa.

Por isso, a Central dos Trabalhadores e Trabalhadoras do Brasil em Minas Gerais (CTB-MG) conclama os sindicatos filiados, bem como os seus trabalhadores, a permanecerem unidos.

Somente a nossa união e consciência de classe será capaz de derrubar esses e outros retrocessos patrocinados pelo atual governo.

Fonte: CTB Minas 

COMENTÁRIO

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Categorias

Artigo
Ciência
COVID-19
Cultura
Direitos
Educação
Entrevista
Geral
Mundo
Opinião
Política
Programa Extra-Classe
Publicações
Rádio Sinpro Minas
Saúde
Sinpro em Movimento
Trabalho

Regionais

Barbacena
Cataguases
Coronel Fabriciano
Divinópolis
Governador Valadares
Montes Claros
Paracatu
Patos de Minas
Poços de Caldas
Ponte Nova
Pouso Alegre
Sete Lagoas
Teófilo Otoni
Uberaba
Uberlândia
Varginha